Jodie Whittaker espera que a primeira Doutora inspire as fãs da série

Depois de mais de meio século em exibição, Doctor Who passa por uma de suas maiores mudanças até agora: Jodie Whittaker será a primeira versão feminina do Doutor após diversos protagonistas masculinos. A série (agora tendo a primeira Doutora) retorna no outono, primavera no Brasil.Em entrevista exclusiva à Radio Times, Whittaker revelou o quanto significa para ela ser a primeira mulher a assumir o papel. Ela espera poder motivar as fãs da série através de uma personagem com quem elas possam se identificar pela primeira vez.

“O alcance agora vai além da metade da população”, diz Whittakers na última edição da revista Radio Times.

“A outra metade também pode ser o Doutor. As meninas não vão mais apenas pensar: ‘Eu poderia ser uma companion’.”

“Para mim é uma grande honra ser a primeira Doutora e mostrar às crianças que seus heróis nas séries não precisam ser sempre iguais.”

Enquanto isso, o novo produtor de Doctor Who, Chris Chibnall, revelou que sua decisão de escalar uma Doutora resultou do desejo de manter a série moderna e evitar que a falta de mudanças e inovações a deixasse ultrapassada.

“Senti que era a hora certa para uma Doutora- senti que o público estava pronto para isso, o mundo estava pronto para isso”, diz ele à Radio Times.

Mas, apesar da natural importância de seu papel, Whittaker diz que não se sentiu tão pressionada reinterpretando o Doutor (agora Doutora) para uma nova geração.

“A pressão é menor para mim porque posso fazer isso do meu jeito”, ela explica.

“Todas as regras foram lançadas pela janela! Isso é o que faz ser tão divertido.”

Fonte: Radio Times

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!
error
Fechar Menu