Review: Listen

listen-promo-pics-2

 

Desde o teaser no fim do episódio passado, Listen prometia ser um episódio muito assustador. No fim, foi mais do que isso: apresentou um vislumbre do passado do Doctor de uma significância na qual os roteiristas raramente se arriscam a explorar. O diferencial deste episódio se mostra logo na sequência de abertura, que mostra o Doctor em um solilóquio sobre a possibilidade da existência de uma criatura com uma capacidade perfeita de se esconder, e de a percebermos inconscientemente quando falamos sozinhos. Não é o monstro que aparece no caminho, é o próprio Doctor que vai atrás dele dessa vez. É interessante notar como, nessa temporada, não houve duas aventuras que se seguiram imediatamente, o que indica que o Doctor está viajando sozinho parte do tempo.

(mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Review: Robot of Sherwood

doctor-who-robot-of-sherwood-peter-capaldi

Os episódios de Doctor Who escritos por Mark Gatiss costumam ser motivo de apreensão de boa parte dos fãs. Apesar de concordar com o fato de seus episódios deixarem a desejar em vários aspectos, gosto do clima leve que ele sempre traz à série, fornecendo alívios à crescente climatização sombria das tramas. (mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Review de “The Time of the Doctor”

5219013-high-doctor-who

SPOILER FINGERS E CUSTARD!

Admito que esperava muito mais de “The Time of the Doctor”. Como um todo, achei-o fraco, decepcionante se comparado aos outros dois membros da trilogia do Doctor: The Name e The Day. O brilho do episódio está todo em momentos, referências. Algumas cenas brilham, de fato. Vou começar indicando as… (mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Revisitando a despedida dos Pond

Por Arlane Gonçalves
ponds-doctor

Aproveitando a espera pela chegada do Especial de 50 Anos, vou fazer um texto para desabafar sobre a primeira parte da 7ª temporada, de Asylum of the Daleks a The Angels Take Manhattan. Logo o leitor vai entender porquê chamo esta review de desabafo, mas já vou avisando que serei completamente sincera. Não gostei da 7ª temporada.

(mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Resenha: Série Clássica – 1ª temporada

DW - Season 1

Com 26 temporadas, sendo exibida de 1963 a 1989, a série clássica de Doctor Who é uma das mais duradouras da ficção científica. Durante esse tempo, sete atores assumiram o papel principal, sempre ao lado de companions e com sua fiel (porém não tão confiável) TARDIS. Meu objetivo durante os próximos meses é assistir aos 696 episódios do período clássico e ao filme de 1996, e colocar minhas opiniões em resenhas simples e que, possivelmente, possam incentivar outros a embarcarem nessa exigente tarefa.

———-

A primeira temporada de Doctor Who começou no dia 23 de novembro de 1963 e se encerrou em 12 de setembro de 1964, sendo constituída por 42 episódios divididos em 8 arcos. O 1º Doctor foi interpretado por William Hartnell e seus companions nesse período foram Susan Foreman (Carole Ann Ford), Ian Chesterton (William Russell) e Barbara Wright (Jacqueline Hill). Ian e Barbara eram professores de Susan que, por sua vez, era neta do Doctor e despertou a atenção dos dois humanos por sua anormalidade. Essa relação levou a uma viagem que dura até hoje. E tudo começou com uma criança…

(mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Review: Cold War

Por Arlane Gonçalves
cold-war

Cold War não foi tão emocionante quanto The Rings of Akhaten, mas mesmo assim o episódio não poupou nada em referências mitológicas e, por que não, uma interferenciazinha a mais do Doctor na história da humanidade. (mais…)

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!